A Ponte Gráfica

A Ponte Gráfica nasceu como a primeira Feira de Arte Impressa e Publicação independente em Niterói organizada pelo Fotolab Linaibah em parceria com o Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense em 2017. Contou com a participação de editoras e artistas visuais de São Paulo, Rio de Janeiro e Niterói. A Feira acabou abrindo espaço para os independentes em Niterói, onde foram feitas iniciativas similares ao longo do ano no próprio Centro de Artes da UFF.

Em 2019 A Ponte Gráfica ganhou um novo formato, agora como projeto de circulação que procura construir uma ponte entre o cenário editorial independente de Brasil e Colômbia, com participação em Feiras Independentes dos dois países, a Feira Miolos 2019 (São Paulo) e a Feria Papel Caliente 2019 (Bogotá).
Este ano A Ponte Gráfica participaria pela primeira vez na Bienal do Livro de Bogotá FILBo, que iria acontecer entre abril e maio. Pela pandemia a feira presencial foi cancelada.

Catálogo Publicações da Colômbia
https://www.instagram.com/apontegrafica/

Na procura por afiançar ainda mais esta ponte, em tempo de pandemia, foram propostas atividades virtuais de intercâmbio de saberes em parceria com os projetos colombianos, Papel Caliente, com quem fizemos a oficina Fanzine Digital e o workshop Singularidades: Desenho e transgressão; e El Cuarto Plegable, aliado na produção do Encontro de Edición Comunitária e Literatura Periférica. Participaram nestas iniciativas o coletivo colombiano Casa Barullo e a artista brasileira Ana Francotti nas oficinas; e Sergio Reis da Editora Cosmos e Ação Educativa com a Câmara Periférica do Livro no Encontro de Edición Comunitária de Bogotá e Literatura Periférica de São Paulo.

-Taller Singularidades: desenho e transgressão com Ana Francotti de Brasil para Colômbia
EVENTO

-Oficina Fanzine Digital del Colectivo Casa Barullo de Colômbia para Brasil
EVENTO

-Encontro de Edición Comunitária de Bogotá e Literatura Periférica de São Paulo
VÍDEO ENCONTRO